Ablação de Nódulos na Tireoide

Trate sua tireoide sem cirurgia.

Como resolver os nódulos de tireoide sem precisar de cirurgia? É possível tratar e não depender de hormônios? Vamos te mostrar uma maneira segura e eficaz de tratar os nódulos de tireoide sem cirurgia, sem cortes no pescoço e sem precisar tomar hormônio. Assista o vídeo e entenda.

Vantagens da Ablação

Z

Procedimento com Anestesia local e sedação leve.

Z

Sem cortes no pescoço.

Z

Sem internação hospitalar.

Z

Preserva a Tireoide e sem precisar tomar hormônio.

Quando é Indicada?

Z

Nódulos benignos volumosos.

Z

Nódulos malignos menores que 1 centímetro.

Z

Nódulos hiperfuncionantes.

Z

Paratireoides aumentadas.

Z

Tumores de parótida do tipo Whartin.

Quem Pode Fazer?

Z

Pacientes que desejam preservar a Tireoide e sua função

Z

Gestantes

Z

Pacientes que não desejam uma Cirurgia

Z

Idosos

Z

Pacientes que não podem realizar uma anestesia geral

O que é a Ablação por Radiofrequência?

A ablação por radiofrequência é o procedimento que causou uma mudança na maneira como os nódulos de tireoide são tratados. Largamente utilizado na Ásia há alguns anos, com diversas publicações científicas que comprovam a sua eficácia e segurança. Amplamente suportado pela ciência e por instituições do mundo, como a Johns Hopkins, Stanford, Moffitt Cancer, NYU e Mayo Clinic nos Estados Unidos.

No Brasil a técnica foi introduzida antes que nos Estados Unidos, sendo brasileiros uma referência nas Américas. Dos principais centros de medicina do Brasil, a nossa cidade e a nossa equipe, o núcleo NICAP em Florianópolis, se destaca como um dos pioneiros do país.

Como é este procedimento?

Trata-se de um procedimento onde utiliza-se uma agulha ligada a um aparelho que produz calor. Essa agulha é introduzida no nódulo da tireoide, guiado por ultrassom.

O calor gerado na ponta da agulha destrói as células do nódulo, fazendo com que ele seja absorvido pelo organismo e resulte em uma cicatriz no local.

O procedimento é feito com uma sedação leve, sem necessidade de internação, sem cortes no pescoço, com muito pouca dor, retorno rápido ao trabalho e às atividades diárias, como o exercício físico.

A ablação de nódulos de tireoide incialmente foi desenvolvida para nódulos benignos volumosos, conseguindo reduzir o volume dos nódulos em até 90% no período de 12 meses. Transformando os nódulos volumosos em uma cicatriz que não apresenta mais crescimento.

Além disso, uma das grandes vantagens é que o procedimento pode ser feito em mais de um nódulo e repetido quantas vezes for necessário.

Mas o melhor de tudo, a ablação não altera a função da tireoide, ou seja, não precisa tomar hormônio para o resto da vida.

Além dos nódulos benignos, nos últimos anos uma série de estudos ampliaram a indicação da ablação, sendo hoje empregada em: nódulos autônomos (os produtores de hormônio), metástases em linfonodos no pescoço, paratireoides aumentadas e mais recentemente o microcarcinoma papilifero.

Sim, é possível tratar câncer de tireoide menor que 1cm com a ablação. Acreditamos que esse procedimento está revolucionando a forma como os nódulos de tireoide são tratados.

Com o surgimento de novas evidências e a ampliação das indicações cada vez mais o paciente terá acesso a tratamentos com menos dor, sem necessidade de anestesia geral, cirurgia ou cicatrizes no pescoço, com retorno mais rápido à sua vida normal e tudo isso sem alterar a função da tireoide, não dependendo de medicamentos para o resto da vida.

Especialistas

Dr. Acklei Viana

Dr. Acklei Viana

Cirurgião de Cabeça e Pescoço

CRM/SC 11656 e RQE 11538

Dr. Gustavo Philippi de Los Santos

Dr. Gustavo Philippi de Los Santos

Cirurgião de Cabeça e Pescoço

CRM/SC 11661 e RQE 7780

Perguntas Frequentes

Quem pode fazer a ablação?

Pacientes com nódulos de tireoide benignos e volumosos ou malignos menores que 1 centímetro e que querem evitar uma cirurgia.

Vou precisar tomar hormônio após o procedimento?

Não. A ablação trata o nódulo, sem interferir no funcionamento da tireoide.

Preciso ficar internado?

Como é realizado com sedação leve, a lata é feita algumas horas após o procedimento.

Terei alguma cicatriz no pescoço?

O procedimento é feito por punção, ou seja, fica apenas um pequeno furo da agulha que logo desaparece.

Posso engravidar após a ablação

Como é um procedimento que não interfere no funcionamento da tireoide ele não interfere na gestação e pode ser realizado com segurança no segundo trimestre de gestação.

Agende sua consulta para uma avaliação inicial ou para uma segunda opinião: